+A  | -A  |  

Comércio é a atividade com mais trabalhadores no Piauí

Aproximadamente 20% das pessoas ocupadas do Piauí trabalham no segmento do comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, sendo o grupamento de atividade com mais trabalhadores no Piauí. Em seguida, vem a administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (19,3%) e a agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (18%).

Com menor representatividade estão os setores: serviço doméstico (8,2%), construção (7,7%), indústria geral (7%), alojamento e alimentação (6,2%), informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (5,6%), transporte, armazenagem e correio (3,3%) e outros serviços (4,6%).

O Piauí, juntamente com o Tocantins e Mato Grosso do Sul, possui o maior percentual do país (8,2%) de pessoas ocupadas com o serviço doméstico. O Piauí também é o terceiro com maior percentual de pessoas ocupadas na agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (18%), atrás apenas do Amazonas (18,1%) e de Rondônia (21,7%).

Cerca de 71,2% das pessoas ocupadas no Piauí atuavam em estabelecimentos de pequeno porte, que tinham até cinco funcionários. O estado é o segundo com maior percentual de trabalhadores ocupados nesse tipo de organização, atrás apenas do Amapá, onde a proporção é de 71,9%. No Brasil, a média é de 51,2%.