+A  | -A  |  

BNB investe cerca de dois bilhões e Piauí fica em 3° em operações

O Banco do Nordeste acaba de superar a marca de R$ 2 bilhões de investimentos no âmbito do FNE Emergencial, valor correspondente a 85,3 mil operações. Foram beneficiados empreendedores individuais (MEIs), pessoas físicas atendidas pelo programa de microcrédito do Banco, o Crediamigo, e empresas de todos os portes localizadas nos municípios em situação de emergência devido à crise sanitária e que estejam inseridos na área de atuação do BNB, os nove estados da região e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

O FNE Emergencial é uma linha de crédito especial operacionalizada exclusivamente pelo Banco do Nordeste, lançada pelo Governo Federal em maio deste ano, com apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional. Com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o crédito emergencial oferece taxa de juros de 2,5% ao ano e carência até 31 de dezembro de 2020, com prazo de adesão até 30 de setembro de 2020.

Contratações no Piauí

O Piauí foi o terceiro Estado que mais contratou na área de atuação do Banco do Nordeste, com total de R$ 183,4 milhões, equivalentes a 10,7 mil operações. Além das vantagens de taxa de juros e carência, o crédito emergencial beneficia investimento, incluindo capital de giro associado de até R$ 200 mil e capital de giro isolado de até R$ 100 mil. O prazo para investimento é de até 12 anos e para capital de giro isolado, de até 24 meses.